21/09/2020

Gazeta Amparense

As principais informações

Vacina de Oxford volta a ser testada no Brasil; testes foram suspensos por reação de voluntário

Após suspensão de testes por reação de um voluntário do Reino Unido, vacina de Oxford contra a Covid-19 volta a ser testada no Brasil.

A farmacêutica AstraZeneca obteve autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na segunda-feira, para a retomada dos estudos com humanos.

É a fase 3 para avaliação da eficácia do imunizante.

Técnicos da Anvisa, reunidos no último sábado, analisaram os dados das reações do voluntário e concluíram que há segurança na avaliação de benefícios e riscos.

Em comunicado, a agência afirmou que os testes podem ter continuidade.

E que todos os eventos adversos observados durante o estudo terão criteriosa análise para que sejam tomadas medidas cabíveis para garantir a segurança dos participantes.

Além da vacina de Oxford, o Brasil participa de ensaios clínicos da CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac Biontech, e de uma imunização desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech.