21/09/2020

Gazeta Amparense

As principais informações

Pela Libertadores, São Paulo faz clássico contra o River, e Flamengo joga no Equador

São Paulo e River Plate fazem no Morumbi, às sete da noite, no horário de Brasília, o principal duelo da fase de grupos, da Libertadores 2020.

Dono de três títulos da competição, o tricolor terá pela frente um time que nos últimos cinco anos chegou a três finais e vezes duas.

O cenário hoje, porém, é bem diferente daquele de antes da pandemia.

É verdade que o São Paulo não terá nomes importantes, como Daniel Alves, machucado, e Luciano, contratado há alguns dias, mas que tem que cumprir uma suspensão dos tempos de Grêmio.

Mas pelo menos o tricolor está na ativa, enquanto o River não disputa uma única partida há seis meses.

Tudo porque conta da quarentena rígida adotada na Argentina.

Questionado sobre o adversário, o técnico são paulino Fernando Diniz admite que a total falta de ritmo do River até pode colocar o tricolor em vantagem.

O outro brasileiro a entrar em campo pela Libertadores nesta quinta é o atual campeão, o Flamengo.

Nove da noite, o rubro-negro encara o Independiente Dell Valle, no Equador.

E, depois, fica no País, já que terça-feira tem duelo com o Barcelona de Guayaquil.

O técnico Doménec Torrent, que nunca comandou um time na altitude, como nos quase três mil metros de Dell Valle, disse que estudou o adversário.

Cobrou mais atenção na defesa do que na derrota do fim de semana para o Ceará e comemorou a possibilidade de armar um time mais forte.

A novidade na lista de atletas que viajaram ficou por conta do atacante Bruno Henrique, recuperado de um problema no joelho.

Por fim, vale lembrar que nesta quinta quatro equipes entram em campo para os jogos de ida da quarta fase da Copa do Brasil.

Quatro da tarde tem Juventude e CRB; e sete da noite tem clássico carioca, entre Botafogo e Vasco.