21/09/2020

Gazeta Amparense

As principais informações

Após dois meses, Basílica de São Pedro volta a receber fiéis para missas do papa Francisco

Papa Francisco voltou a celebrar missas com a presença de fiéis no Vaticano nesta segunda-feira.

A primeira cerimônia, após mais de dois meses do fechamento da Basílica de São Pedro, teve a presença de cerca de 30 pessoas.

Depois da missa, o santuário foi reaberto para visitação, no dia que marca os 100 anos de nascimento de São João Paulo 2º.

Além da Basílica de São Pedro, desinfetada na última sexta-feira, outras três basílicas papais de Roma são preparadas para voltar a receber o público: Santa Maria Maior, São João de Latrão e São Paulo Fora dos Muros.

Segundo a Direção de Saúde e Higiene do Estado da Cidade do Vaticano, são utilizadas substâncias apropriadas, com cloro diluído, que não danificam superfícies e obras de arte preciosas.

As áreas de maior atenção são a sacristia, altares e escadas e o chão.

Na reabertura da Basílica de São Pedro, uma longa fila de peregrinos aguardava autorização para entrar.

Foi montada uma barreira sanitária com higienização das mãos e medição da temperatura corporal.

Os visitantes são obrigados a usar máscaras e manter distância de outros frequentadores para evitar propagação da Covid-19.

O Vaticano teve 12 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus. O papa Francisco teve o teste negativo.